Vou Nessa

1518-paula_fernandes_prestara_homenagem_ao_rei_no_grammy_latino

Paula Fernandes

Visualizações

Água No Bico

Melhor ser água de mar
Do que ser água de poço
Água parada da bicho
Mexe na água seu moço
Têm gente que não se move
É devagar quase parando
Deixa a vida estagnada
Tá dormindo acordada
Nem vê que ela tá passando
 
Parece que a moda agora
É ficar se consumindo
A mesma mente que cria
Acaba se destruindo
Nosso planeta precisa
Que o homem seja humano
O que será de seus filhos
Se a terra corre perigo
E a água tá acabando
 
Já sinto falta de ar
Só de pensar no futuro
Poluição e descaso
Fazem fumaça de tudo
Aquilo que era um céu
Virou um espaço imundo
Da tristeza de dizer
O que eu gostava de ver
Virou portal pro fim do mundo
 
Um ditado popular
Preste atenção no que eu digo
Na mata que pega fogo
Tiziu leva água no bico
Ele sabe que sozinho
Vai fazer a diferença
Levando devagarinho
Pouca água no biquinho
Curador da consciência
 
Eu fiz essa moda agora
Pra tocar seu sentimento
A natureza é passiva
Mas cobra em algum momento
Se a gente tivesse asa
Fosse igual ao passarinho
Tinha vergonha na cara
Enchia o bico de água
E não queimava o próprio ninho

Composição: Paula Fernandes
Gênero: Sertanejo

Últimos Vídeos