Vou Nessa

1518-paula_fernandes_prestara_homenagem_ao_rei_no_grammy_latino

Paula Fernandes

Visualizações

E Eu?

 
 
Vi no seu jeito calado alguém
Que não quer o meu querer
Vi nas milhões de palavras
Que você deixou de dizer
Vi nas memórias perdidas
O que eu achei que era bom
Vi que escolheu a outra vida
E pra mim restou solidão
 
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
Vários detalhes de tudo
Me fazem lembrar você
E no silêncio da cama
Me vejo tentando esquecer
Mais que um beijo ou abraço
Aquilo que você não quis
Se já sabia que não poderia
Me fazer feliz
 
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
 
(Ao sanfona xonada)
 
Vários detalhes de tudo
Me fazem lembrar você
E no silêncio da cama
Me vejo tentando esquecer
Mais que um beijo ou abraço
Aquilo que você não quis
Se já sabia que não poderia
Me fazer feliz
 
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
 
Saudade bandida
Um fogo ardendo
Queimando querendo teu corpo comigo
Agora não nego me entrego
Tá vendo te amando
Sofrendo parece um castigo
 
Saudade bandida
Um fogo ardendo
Queimando querendo teu corpo comigo
Agora não nego me entrego
Tá vendo te amando
Sofrendo parece um castigo
 
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída
E eu, e eu, e eu
Sozinha saudade doída

Composição: Paula Fernandes
Gênero: Sertanejo

Últimos Vídeos